Alguns dos direitos básicos de qualquer consumidor do mundo automotivo são a qualidade e a eficiência dos itens adquiridos, principalmente no que se refere às autopeças. Além do mais, a existência de garantia do produto é um fator crucial para determinar o sucesso da venda e da fidelização dos clientes.

Entretanto, muitos consumidores buscam peças automotivas no mercado paralelo sem a devida garantia, e não sabem dos prejuízos que essa compra pode causar. Por isso, destacaremos neste post a importância de se ter a garantia e a certificação ao comprar uma peça avulsa para o carro. Confira a seguir!

A importância da garantia do produto

A garantia de peça veicular tem a finalidade de certificar ao consumidor que o produto adquirido tem uma condição perfeita para a utilização. Caso contrário, fica assegurado o direito de substituição do item por outro com as mesmas características, sem custo adicional.

A responsabilidade pelos eventuais vícios do produto fica a encargo do fabricante, que deve garantir que o objetivo de funcionamento da peça no veículo cumpra o que foi proposto.

Diante disso, o consumidor precisa ter atenção ao local em que pretende comprar a autopeça, para adquirir o produto com a devida garantia. No mercado paralelo, por exemplo, os itens podem ter sido fabricados com a mesma qualidade da concessionária do veículo, com as medidas, características e materiais idênticos ou similares.

O problema encontrado nesse tipo de comércio é que a peça pode ter sido desenvolvida em condições incertas e, portanto, sem a devida garantia. Assim sendo, é recomendável evitar o mercado paralelo. Procure usar peças certificadas e recomendadas pelo fabricante do veículo.

O que observar ao comprar uma autopeça

Inicialmente, não se esqueça de pedir a nota fiscal no momento da compra do produto. Em caso de defeito, ela será importante para permitir a troca do item. Vá até o local onde você adquiriu a peça defeituosa, observe os prazos de garantia e exerça o seu direito.

Em alguns casos, a troca da peça pode ser feita de forma imediata. No entanto, alguns fabricantes requerem que o item seja enviado para uma análise detalhada, assim é possível identificar se o defeito foi causado por mau uso ou por falhas no desenvolvimento e na produção da peça. Essa análise pode demorar até 1 mês, se o erro for constatado, a peça será substituída.

O prazo de garantia deve ser observado pelo cliente no momento da compra da peça. Segundo o Código de Defesa do Consumidor, o prazo mínimo de garantia de produtos como as peças de veículos deve ser de 90 dias, com possibilidade de extensão, conforme a escolha do fabricante.

Lembre-se de que a lei assegura que a garantia de qualquer produto durável é um direito do consumidor. Então, caso essas normas não sejam cumpridas, procure os órgãos de defesa próximos à sua residência e faça uma reclamação formal.

Por fim, apenas vendedores com credibilidade e reconhecimento garantem todos os direitos do consumidor no momento da compra da autopeça. Por isso é importante procurar esse tipo de mercado idôneo.

Gostaria de conferir algumas boas opções de peças para veículos nacionais e importados? Acesse nosso site! Prezamos pela garantia do produto, pela qualidade e pela variedade!