Ao comprar um carro, é preciso considerar muito mais do que a cor e o design. Existem vários tipos de motores disponíveis no mercado e cada modelo é indicado para situações específicas, como andar poucos quilômetros apenas na cidade ou pegar estradas diariamente.

Para que você acerte na escolha, vamos mostrar os principais tipos de motores de carro, suas características básicas e para quais situações eles são recomendados. Continue conosco e não perca!

Motores 1.0 e 1.4

Os números usados para classificar os motores servem essencialmente para indicar as cilindradas do veículo, que estão diretamente relacionadas ao tamanho das câmaras de combustão — 1.0 corresponde a 1000 cm³. Normalmente, valores maiores indicam uma potência maior. Os motores 1.0 são os menos potentes do mercado e são recomendados para quem trafega pouco, na cidade e, principalmente, em terrenos mais planos.

É fato que esses motores evoluíram bastante e hoje conseguem atingir desempenhos próximos aos de versões mais potentes e, em contrapartida, gastam menos combustível. Porém, em aclives muito grandes, serras e nas retomadas, eles costumam deixar a desejar, principalmente se o ar-condicionado estiver ligado.

As versões 1.4 também são recomendadas para uso urbano e sua principal vantagem é que, mesmo com o ar-condicionado ligado ou em pequenos aclives, você não percebe tanto a perda de potência. Em veículos compactos, que costumam ser mais leves, elas trazem um bom desempenho em relação às retomadas. Contudo, o consumo de combustível é ligeiramente maior.

Motores 1.6 e 1.8

Motores 1.6 e 1.8 são mais potentes e costumam equipar veículos mais pesados, como sedãs e SUVs. Uma desvantagem desses modelos é que o seu consumo de combustível costuma ser alto — quando comparados às versões 1.0 e 1.4. Contudo, eles são muito bons durante as retomadas de aceleração e, por esse motivo, são indicados para quem costumam trafegar por estradas com frequência.

Outra vantagem desses motores é que você troca menos marchas, especialmente em subidas. Isso auxilia na manutenção de uma velocidade mais constante e reduz o desgaste de componentes como a embreagem e o câmbio. Se você trafega por estradas diariamente, as versões 1.8 são uma boa escolha e, para quem faz isso esporadicamente, um modelo 1.6 consegue atende muito bem.

Motores 2.0 e turbo

Entre os tipos de motores mais populares, os que entregam a maior potência são os modelos 2.0. Eles são muito eficientes em ladeiras, retomadas de velocidade e ultrapassagens. Porém, tudo isso tem um custo. Essas versões costumam consumir bastante combustível e, justamente por isso, equipam veículos esportivos e grandes sedãs, mais adequados para pegar estradas.

Um tipo de motor que tem ganhado força são os turbinados de fábrica. A grande vantagem desses automóveis é que eles trazem um desempenho superior, mas sem consumir tanto combustível. De fato, um carro 1.0 turbo pode ter um desempenho semelhante ao de um modelo 1.6 convencional.

Quando falamos em tipos de motores, não existe um melhor ou pior, mas sim, aquele que se adapte mais às suas necessidades do dia a dia. Siga as nossas dicas, veja as principais características de cada versão e escolha aquela que mais tem a ver com você. Nem sempre os modelos maiores são melhores e, ao escolher errado, a possibilidade de jogar dinheiro fora é grande.

Gostou das dicas? Então, não deixe de entrar em nosso site e ver toda a gama de motores completos que a Tonini Distribuidora disponibiliza. São vários modelos, desde os mais básicos até os mais potentes!